Jesus, o Médico

Outra figura pouca utilizada, mas de grande potencial evangélico, é a de Jesus como Médico.  Em três Evangelhos (Mt 9.10-13; Mc 2.15-17 e Lc 5.29-32) ele dá a entender que a sua missão terrena de salvar os seres humanos em pecado poderia ser vista como a de um médico que cuida de doentes.

Como se observa em inúmeros relatos dos Evangelhos, Jesus agiu como “médico” curando seres humanos de diferentes problemas físicos.  Os milagres de curas faziam parte do seu ministério.  Todavia, quando Jesus se sugeriu que a sua missão era de curar os doentes, que ele tinha se encarnado para ser um “Médico”, ele estava se referindo a uma condição espiritual.

Para a maioria dos ouvintes das nossas pregações, a analogia é evidente. A figura de um médico em nossa sociedade pode eventualmente ter conotações negativas em alguns casos, mas o seu papel de cuidador e restaurador da saúde é preponderante.  Por isso, é fácil apontar para Jesus como aquele restaura a nossa saúde espiritual e cuida dela através da Palavra e dos Sacramentos.  Para pessoas com saúde e para as doentes, a imagem de Jesus como Médico é consoladora, restauradora e fortificante. (djj)

Anúncios

Uma opinião sobre “Jesus, o Médico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s