Criados para a criatividade

Como se nota, para o pregador a imaginação vai muito além de técnicas do tipo “20 maneiras de ser mais criativo”.  Deus concede o dom da imaginação não apenas para elaborar títulos provocativos ou desenvolver ilustrações cativantes.  O uso de certos recursos com o fim da criatividade pode ser apenas uma ação cosmética. O que o pregador deve procurar desenvolver uma postura, um jeito de ser imaginativo de ser. Esse, por sua vez, afeta não só a sua pregação, mas todo o seu ministério, e resulta em ações criativas.  Perguntado se é possível para o pregador desenvolver essa postura que leva à criatividade, Wiersbe respondeu:

 

Você e eu fomos criados à imagem de Deus para termos domínio sobre a criação. Em Adão, perdemos essa faculdade; mas em Cristo, podemos iniciar a experiência de uma “renovação da mente” que nos capacita a “reinar na vida” (Rm 5.17).  Eu acredito que essa “renovação” inclui o trabalho criativo da imaginação.  A coisa importante a ser lembrada é que essa criatividade no ministério cristão não é especialmente o resultado de fórmulas e técnicas. É o resultado de uma comunhão disciplinada com o Senhor que permite que o Espírito Santo opere em nossas mentes e em nossos corações.[i] (djj)


[i] Wierbse, preaching, 309.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s