Ouvindo a voz de Deus

Killinger sugere que o chamado do pastor, antes do que falar, e antes do que ouvir, é um chamado ao silêncio.  É um chamado para reconhecer, como fez o profeta Isaías, que os seus lábios não eram merecedores de comunicar a vontade de Deus, pois eram impuros e que habitava em meio de um povo de lábios impuros.  Somente depois que Deus toca os lábios com o seu perdão é que ele pode falar dos seus mistérios (cf. Isaías 6.1-12).[i]

Ficar em silêncio diante de Deus não é fechar os ouvidos.  É ficar quieto, abrir espaços para ouvir a voz de Deus.  Deus é a fonte da mensagem que o pregador deve levar ao povo.  O pregador que não silencia e ouve a voz de Deus é um pregador vazio, sem mensagem, sem chamado.  Ele se torna irrelevante.  (djj)


[i] Killinger, 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s