Fundamentos # 02

O fato de que é impossível para pregador levar a mensagem de Deus para as particularidades de cada ouvinte leva a outro complicador: como conseguir e manter a atenção dos ouvintes rotineiros, sermão após sermão, a fim de que efetivamente continuem participando regularmente do evento-sermão, entendam e tenham o máximo de proveito da Palavra proclamada?
Nem mesmo o mais criativo dos pregadores, com o mais criativo dos sermões, pode impedir a possibilidade da mente do ouvinte planar por inúmeras paragens. Mas sermões chochos e insípidos ampliam muito essa possibilidade. O pregador que sofre de falta de variedade, relevância, vivacidade, facilmente é derrotado pela monotonia, concretizada no tipo e grau de receptividade do ouvinte. A sua postura possui e provoca um nível de interesse muito baixo. A monotonia trabalha contra a pregação. Um sermão bíblico, ortodoxo, por si só não é garantia de atenção e recepção (embora ainda possa ser veículo para a ação criativa do Espírito Santo). O pregador é limitado pelas suas condições humanas e pelos entraves humanos de seus ouvintes.
(djj)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s