Figuras de linguagem em Jó

Nota: Em alguns capítulos abordo a presença – e a importância – de figuras de linguagem na pregação. E uso exemplos bíblicos. Estes são do livro de Jó:

O livro de Jó possui inúmeras falas dos personagens desenvolvidas e sustentadas por imagens. Jó se vê em um tribunal e desafia a Deus para que mostre qual é o seu crime e que apresente as evidências da sua culpa. (9.3, 14-16, 32-35; 10.2; etc.). Ele vê como alvo de flechadas de Deus (6.4). Em função do seu sofrimento, ele questiona por que Deus esconde o seu rosto e o tem por inimigo (13.24) e se vê como se fosse uma folha arrebatada pelo vento e uma palha seca (13.35).
A descrição da morte feita por Bildade, no capítulo 18, oferece um grande número de imagens de dispersão e destruição. Ele fala de uma luz que irá apagar, de passos fortes que se estreitarão, de uma calamidade que virá faminta, de uma miséria devoradora, de um rei dos terrores, de raízes que se secarão, etc.
Deus fala a Jó em termos fundamentos da terra, pedra angular, as portas do mar, nuvens como vestiduras, escuridão como fraldas, portas da morte, pintainhos que gritam a Deus, avestruz que bate alegre as suas asas, da fúria e ira que demora o caminho, etc. (cf. 38, 39).
Já próximo da restauração, Jó fala das grandezas de Deus. Ele usa imagens como trovejar com a voz, vestir-se de glória, ossos como tubos de bronze, brincar como um passarinho, portas do rosto, hálito que faz incender o carvão, coração que é firme como pedra, etc. (cf. 40,41).
(djj)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s