Comunhão criativa

Outra fonte necessária para o cultivo da imaginação é a comunhão criativa com outras pessoas, de dentro e de fora da Igreja. Wierbse chama essa comunhão de “experiência”. O pregador

precisa mesclar o aprendizado com o viver, a biblioteca com o mercado público. Ele precisa estar entre o seu povo, com os publicanos e pecadores e com os pregadores e santos… O pregador que tem toda a verdade escrita em páginas de um caderno precisa de uma comunhão como essa para ajudá-lo a transformar alguns dos seus pontos em vírgulas e, quem sabe, alguns dos seus pontos de exclamação em pontos de interrogação.
(djj)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s